Ajude-me a construir a nossa história!

Nas profundezas da floresta tropical brasileira, ergue-se um enorme império de aço, meticulosamente concebido pela misteriosa Colônia Luxemburguesa.

Cem anos atrás, a Arbed, gigante do aço baseado em Luxemburgo - hoje ArcelorMittal - inaugurou sua subsidiária brasileira chamada Companhia Siderúrgica Belgo Mineira no coração do estado de Minas Gerais. Naquela época, a falta de mão de obra qualificada provocou um movimento massivo de centenas de migrantes luxemburgueses para o Brasil a fim de erguer uma colossal siderúrgica e sua cidade industrial, dando origem ao berço da indústria siderúrgica brasileira.

Procurando a sua própria identidade, a cineasta e historiadora luxemburguesa-brasileira Dominique faz uma descoberta mirabolante ao se deparar com João Monlevade, uma versão tropical insólita e estranhamente familiar do sul industrial de Luxemburgo no qual ela cresceu. Essa revelação surpreendente a leva para uma investigação fascinante por trás das cortinas das histórias míticas da Colônia Luxemburguesa. Como é essa Colônia? Trata-se de uma história de sucesso de integração na sociedade brasileira - uma história de sucesso de modo geral?

Esse projeto transmídia nos leva para o núcleo da Colônia Luxemburguesa e nos convida a desenterrarmos juntos um século de patrimônio industrial, cultural e social compartilhado.

A Colônia Luxemburguesa é uma experiência interativa e trajetória de descoberta em que, navegando entre o mito e a história, somos confrontados com muitas histórias contadas de vários ângulos e em diferentes plataformas. O que está por trás da narrativa corporativa da Belgo Mineira? Somos capazes de descobrir a verdade no meio dessas múltiplas histórias?
Esse projeto transdisciplinar está sendo desenvolvido no âmbito da pesquisa de doutorado da Dominique. É um experimento inovador de história pública digital envolvendo o uso criativo de tecnologia digital, técnicas de co-design transdisciplinar e participação pública. Por meio dessa primeira colaboração entre a Universidade do Luxemburgo (C2DH), Samsa Film e o CNA, estamos criando novas sinergias entre a pesquisa científica e o mundo de cinema e novas mídias.

Com esse projeto transmídia 360°, cuja narrativa transcende várias mídias e plataformas, combinamos por um lado o site do nosso projeto com um documentário interativo e uma plataforma de crowdsourcing online com, por outro lado, duas plataformas físicas e totalmente participativas chamadas [L]aço, kiosques localizados em Luxemburgo e no Brasil. O jogo de palavras [L]aço significa literalmente laço de aço. Seu objetivo principal é desenterrar laços de aço transatlânticos tecidos ao longo de um século em colaboração com as próprias comunidades. É o diálogo - a interação entre as comunidades e as nossas várias plataformas - que vai desenhando progressivamente o intrigante retrato dessa Colônia Luxemburguesa.