Atualmente reproduzindo
Retomar o filme
Rolar para baixo

Paulo Speller

Escuta a Paulo Speller Locução em Português

Paulo Speller nasceu em João Monlevade em 1946 e é filho de um engenheiro luxemburguês.

O pai de Paulo, Guillaume Prosper Speller, era um engenheiro luxemburguês que se mudou para João Monlevade em 1938 e casou-se com uma brasileira, Mariza Kindlé Vianna Speller, com quem teve três filhos.

No Clube Social de João Monlevade

No Clube Social de João Monlevade

Jean-Armand Scharlé, Charles Kloos, Guillaume Prosper Speller, Xavier Steil & Jean Joseph Hausemer (1951)

Jean-Armand Scharlé, Charles Kloos, Guillaume Prosper Speller, Xavier Steil & Jean Joseph Hausemer (1951)

Emile Demuth (atrás), René Heuwert (meio) e Guillaume Prosper Speller (direita)

Emile Demuth (atrás), René Heuwert (meio) e Guillaume Prosper Speller (direita)

Durante seus estudos na Universidade de Brasília, Paulo se tornou o líder dos movimentos estudantis contra a repressão da ditadura militar.

Ironicamente, o primeiro presidente brasileiro após o Golpe Militar de 1964, Castelo Branco, era casado com a tia de Paulo. No entanto, sua conexão familiar era inútil, e o envolvimento ativo de Paulo lhe custou a liberdade.

Em 1968, foi preso pelos militares e passou quase um ano e meio na prisão.

Após uma libertação provisória, ele foi exilado primeiro para o México e depois para a África.

Paulo permaneceu exilado e afastado da família até 1980, após a promulgação da Lei de Anistia para crimes políticos.

Morou em vários países do mundo, em parte por causa de seu exílio durante a ditadura militar brasileira, e atualmente é professor universitário.